Descolamento de placenta


É um susto enorme quando em uma ecografia, feliz da vida a mamãe está indo "espiar o bebê" e ouve do médico que a placenta está descolada.. Às vezes a notícia é sim o fim do mundo (neste caso, o fim da gravidez) pois ela pode ser seguida de aborto, mas em outras condições pode ser tratada e após repouso e medicação, tudo volta ao normal. 

O deslocamento prematuro da placenta é a separação da placenta (o órgão que nutre o feto) de sua ligação com o útero antes de o bebê nascer. 

Mas o que causa o descolamento da placenta ? Pode ser uma má formação do feto (que aí o próprio corpo se encarrega), pode ser algum hábito da mamãe, exercícios abruptos, tabagismo, uso de álcool/drogas em geral, acidentes/tombos, pressão alta, diabetes, ruptura prematura da membrana além de causas diversas que não necessariamente possuam uma explicação pontuada.

Os sintomas podem ser, sangramento, dores abdominais ou nas costas, cólicas muito fortes e até contrações sem a sensação do relaxamento.

Ao sentir qualquer um destes sintomas, procure seu médico imediatamente. Se sangramento, já se dirija para a maternidade e vá ligando pro seu médico do caminho, assim ele te encontra lá, mas você já recebe um pronto atendimento.

Para prevenir descolamentos, tenha hábitos saudáveis, faça seu pré-natal conforme orientação medica, acompanhe a evolução de seus hormônios, bem como, taxa de índice glicêmico através de exames de sangue frequentes e lembre-se, gravidez não é doença, mas requer cuidados e pezinho no freio.

Se ainda assim você se deparar com um diagnostico desse, siga à risca as ordens médicas, repouse muito e se cuide, claro!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe-me saber o que você achou deste post. Comente !

Posts Recentes

Últimos Comentários

Não perco por Nada!

CAIXINHA DA MAMÃE - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2013
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL