Quero ser mãe de uma menina


Que ande de maria-chiquinhas pela casa
Empurrando um carrinho de bonecas
Que trombe nos móveis às risadas
Faça roupinhas para suas Barbies descabeladas

Quero ser mãe de uma garotinha
Que fique com as bochechas coradas de correr
Que suba em árvores, uma moleca bonitinha
Que coma fruta do pé e limpe a boca na manga da blusa de crochê
Que tome sopa fazendo barulho sem querer

Quero ser mãe de uma menina, de lindo olhar
Que ria escondido, que pregue peças
Brinque de video-game e fique brava quando perder
E quanto tiver de tomar bronca, saia a correr
Que tape os ouvidos quando não quiser escutar

Que goste de sorvete com chantili
Traga amiguinhas pra brincar de casinha
Que seja a primeira da classe, e sistemática
E seja elogiada por isso, a danadinha
Que cole na prova de matemática

Quando adolescente, que chore vendo um filme
Que ganhe seu primeiro sutiã
Que escove os cabelos pra dormir
Que queira namorar e sair
Que peça permissão pra chegar de manhã

Que quando mulher, se case um dia com alguém que a faça feliz
Como graças a Deus, eu e seu pai
Que fique grávida e tenha uma menina
Para que possa compreender
Como é bom ser mãe de menina!

Flávia Jobstraibizer (adaptado por Glaucia Boaron Fleischfresser)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe-me saber o que você achou deste post. Comente !

Posts Recentes

Últimos Comentários

Não perco por Nada!

CAIXINHA DA MAMÃE - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2013
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL