A criança que morde

Esta semana vi um post de uma mãe em uma rede social, pedindo opiniões sobre um tal bilhete que a escola teria enviado na agenda de seu filho, falando sobre uma mordida no bracinho dele.  A mãezinha estava  desesperada e questionava se deveria ou não rebater o bilhete culpando a escola pelo fato.
 
Analisando a situação, eles eram da mesma idade, logo a criança que mordeu era tão bebê quanto a que foi mordida, certo ? Amanhã "o mordido" pode ser o mordedor, ou o puxador de cabelos ou ainda, o que arremessa brinquedos..   A professora não tem culpa, ela pode sim tentar impedir, mas muito provavelmente uma mordidinha ou outra acontecerá, pois é a fase da criança.
 
Para entender um pouco mais sobre o tema e nos desencanarmos sobre as mordidinhas nos nossos pimpolhos, temos que lembrar que as crianças até os três anos de idade anos podem apresentar este comportamento  e quando digo "as crianças" não é aquilo que só acontece na casa dos outros não.. é  inclusive, as nossas crianças!    Eles vivem a fase oral em que tudo precisa ser testado com a boca, a criança ainda não tem a melhor e mais clara maneira de expressar sua opinião e principalmente seu sentimento, logo, uma mordida um brinquedo arremessado ou uma puxada de cabelo, pode ser unicamente uma estratégia de comunicação.
 
Não tem nenhuma relação com ser ou não ser bem educado, até porque convenhamos, como é que se taxa uma criança de um ano de mal educada ? Ainda nem deu tempo suficiente para que se possa testar a qualidade de educação oferecida à ela.  Tampouco é justo atribuir a suposta agressividade do bebê aos pais dele, como algumas pessoas sugerem.
 
O Mateus veio algumas vezes mordido do berçário, principalmente na fase dos dentinhos, pois um dos amiguinhos coçava a gengiva mordendo..  Dizer que eu gostava de ver a pele dele marcadinha não seria verdade, mas eu nunca tive nenhum sentimento maior que a pena do bracinho dele, seguida de compreensão, pois amanhã poderia ser ele a morder e de fato foi.    Atualmente a  minha caçula tem levado puxões de cabelo no berçário e isso faz parte inclusive do aprendizado dela, que começará a se defender. 

Ademais tudo faz parte e está no script. Nesta fase são as mordidas, dali alguns anos serão os empurrões, depois virão os chutes na canela em partidas de futebol e assim sucessivamente, nossos filhos viverão tudo o que é necessário viver  para crescer, para aprender, mas sobretudo.. Para ser criança !!

Um comentário :

  1. Renate Uranvkosk13/08/2015 14:31

    Ai também acho, tem muita mãe louca por aí que sai fazendo a maior baixaria por coisas de criança. Acho feio, não curto. Imagina a mensagem que ela esta passando para estes filhos. Temos que protege-los sim, mas sem perder a mão.

    ResponderExcluir

Deixe-me saber o que você achou deste post. Comente !

Posts Recentes

Últimos Comentários

Não perco por Nada!

CAIXINHA DA MAMÃE - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2013
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL